Ácido elágico: o que é, como funciona e se encontra

Ácido elágico o que é
Lista de Conteúdo

 

 

O ácido elágico pode não ser um nome familiar, mas este poderoso polifenol tem sido associado a uma longa lista de benefícios impressionantes para a saúde. Em particular, estudos mostram que o ácido elágico pode diminuir o crescimento de células cancerígenas, aliviar a inflamação e proteger a função cerebral.

Além disso, é encontrado em muitas fontes de alimentos e frequentemente apresentado em seus suplementos. Este artigo analisa mais de perto o ácido elágico para explorar o que é, como funciona e como você pode aumentar sua ingestão.

 

Quer saber mais sobre Ácido elágico? Venha com a gente agora mesmo! 

 

O que é ácido elágico?

O ácido elágico é um antioxidante encontrado naturalmente em muitos de seus alimentos favoritos, incluindo muitas frutas e vegetais.

Alguns alimentos também contêm um composto chamado elagitanino, que seu corpo converte em ácido elágico (1). O ácido elágico foi estudado por seus efeitos benéficos à saúde. De fato, pesquisas mostram que pode possuir poderosas propriedades anti-inflamatórias e de combate ao câncer (2).

Além disso, alguns estudos em animais e humanos sugerem que pode ser útil para o tratamento e prevenção de condições como diabetes tipo 2, câncer e doenças cerebrais como Alzheimer (3, 4, 5).

Além das fontes alimentares, o ácido elágico está amplamente disponível na forma de suplemento. Você também pode encontrá-lo em muitos produtos para cuidados com a pele, graças à sua capacidade de reduzir a hiperpigmentação (6, 7).

 

Como funciona o ácido elágico?

O ácido elágico atua como antioxidante, o que significa que pode neutralizar compostos nocivos conhecidos como radicais livres para proteger suas células contra danos e estresse oxidativo (8). Também pode ajudar a regular sua função imunológica e diminuir vários marcadores específicos de inflamação, incluindo prostaglandina E2 e interleucina 6 (9, 10).

 

Sustentar altos níveis de inflamação a longo prazo pode contribuir para várias condições crônicas, incluindo câncer, doenças cardíacas e distúrbios autoimunes (11). Estudos em tubo de ensaio e em animais também descobriram que o ácido elágico pode ajudar a preservar a função cerebral e diminuir o crescimento de células cancerígenas graças às suas potentes propriedades antioxidantes (12 Fonte Confiável, 13 Fonte Confiável, 14 Fonte Confiável)

 

Além disso, algumas pesquisas mostram que pode clarear a pele bloqueando a atividade de uma enzima específica envolvida na produção de melanina, um tipo de pigmento da pele (6). Portanto, o ácido elágico atua como antioxidante e pode diminuir os níveis de inflamação para proteger contra doenças. Também pode ajudar a clarear a pele, bloqueando a atividade de uma enzima envolvida na produção de melanina.

O ácido elágico combate o câncer?

Vários estudos mostram que o ácido elágico pode ter poderosas propriedades de combate ao câncer. De acordo com uma revisão de evidências in vitro e in vivo, o ácido elágico pode inibir o crescimento e a disseminação de tumores enquanto mata células cancerígenas (12).

Além disso, pode aumentar a sensibilidade dos tumores à quimioterapia e à radiação, aumentando a eficácia desses tratamentos contra o câncer (12). Em particular, estudos em tubo de ensaio mostram que o ácido elágico pode ajudar a proteger contra vários tipos de câncer. Veja algumas das variações em que o Ácido elágico se torna combativo ao câncer:

  • câncer de mama, 
  • bexiga, 
  • próstata, 
  • colorretal 
  • e pulmão.

No entanto, lembre-se de que a maioria das pesquisas sobre os efeitos do ácido elágico especificamente foi realizada em tubos de ensaio ou animais e usa doses muito altas de ácido elágico.

Embora alguns estudos em humanos também sugiram que o suco ou extrato de romã, que é rico em ácido elágico, pode ser benéfico contra o câncer de próstata e colorretal, não está claro se outros compostos encontrados na romã também podem desempenhar um papel (20, 21, 22).

Como vimos, o ácido elágico pode retardar o crescimento e a disseminação de certos tipos de células cancerígenas, mas são necessárias mais pesquisas em humanos.

 

Informações de dosagem e suplementação

 

Embora não haja recomendações oficiais de dosagem para ácido elágico, alguns estudos estimam que o ácido elágico pode ser mais eficaz em doses que variam de 30 a 850 mg (23).

No entanto, algumas pesquisas sugerem que seu corpo pode não absorver o ácido elágico de suplementos de forma tão eficaz quanto absorve o ácido elágico de fontes alimentares. Isso pode limitar os potenciais benefícios para a saúde dos suplementos de ácido elágico (24l).

 

Além disso, se você estiver tomando outros medicamentos ou tiver alguma condição de saúde subjacente, é melhor conversar com seu médico antes de iniciar esses suplementos, pois o ácido elágico pode não ser adequado para todos.

 

Entendeu? Suplementos de ácido elágico estão amplamente disponíveis. Estudos sugerem que o ácido elágico pode ser mais eficaz em doses que variam de 30 a 850 mg, mas pode não ser bem absorvido pelo corpo na forma de suplemento, o que pode limitar sua eficácia.

 

Alimentos fontes de ácido elágico

Você pode encontrar o ácido elágico naturalmente em uma variedade de fontes alimentares, incluindo certos tipos de frutas e nozes.

 

Algumas das fontes alimentares mais ricas em ácido elágico incluem:

 

  • romãs
  • maçãs
  • uvas
  • morangos
  • framboesas
  • cranberries
  • nozes
  • pistachios
  • castanha de caju

 

Tenha em mente que você teria que comer quantidades muito altas desses alimentos para obter a quantidade encontrada nos suplementos. Logo, o ácido elágico é encontrado em muitos tipos de frutas e nozes. No entanto, você precisaria consumir quantidades muito altas desses alimentos para obter as mesmas dosagens usadas nos estudos.

 

O ácido elágico tem algum efeito colateral?

Quando ingerido em fontes alimentares como frutas e nozes, o ácido elágico é considerado seguro. Embora haja pesquisas limitadas sobre a segurança dos suplementos elágicos, estudos sugerem que eles podem estar associados a muito poucos efeitos colaterais quando você os usa conforme as instruções em doses seguras. (5)

 

Por fim, vale ressaltar que o ácido elágico é seguro quando consumido como parte de uma dieta saudável. No entanto, os suplementos de ácido elágico podem interferir com certos medicamentos, bloqueando a ação de um grupo específico de enzimas.

Quer saber mais sobre o autor deste artigo? Conheça o Doutor Vinicius clicando aqui.

 

Referências

1 – Ríos JL, Giner RM, Marín M, Recio MC. A Pharmacological Update of Ellagic Acid. Planta Med. 2018 Oct;84(15):1068-1093. doi: 10.1055/a-0633-9492. Epub 2018 May 30. PMID: 29847844.

 

2- Derosa G, Maffioli P, Sahebkar A. Ellagic Acid and Its Role in Chronic Diseases. Adv Exp Med Biol. 2016;928:473-479. doi: 10.1007/978-3-319-41334-1_20. PMID: 27671829.

 

3- Amor AJ, Gómez-Guerrero C, Ortega E, Sala-Vila A, Lázaro I. Ellagic Acid as a Tool to Limit the Diabetes Burden: Updated Evidence. Antioxidants (Basel). 2020 Dec 3;9(12):1226. doi: 10.3390/antiox9121226. PMID: 33287432; PMCID: PMC7761821.

 

4- Baradaran Rahimi V, Ghadiri M, Ramezani M, Askari VR. Antiinflammatory and anti-cancer activities of pomegranate and its constituent, ellagic acid: Evidence from cellular, animal, and clinical studies. Phytother Res. 2020 Apr;34(4):685-720. doi: 10.1002/ptr.6565. Epub 2020 Jan 7. PMID: 31908068.

 

5- Javaid N, Shah MA, Rasul A, Chauhdary Z, Saleem U, Khan H, Ahmed N, Uddin MS, Mathew B, Behl T, Blundell R. Neuroprotective Effects of Ellagic Acid in Alzheimer’s Disease: Focus on Underlying Molecular Mechanisms of Therapeutic Potential. Curr Pharm Des. 2021;27(34):3591-3601. doi: 10.2174/1381612826666201112144006. PMID: 33183192.

 

6- Ortiz-Ruiz CV, Berna J, Tudela J, Varon R, Garcia-Canovas F. Action of ellagic acid on the melanin biosynthesis pathway. J Dermatol Sci. 2016 May;82(2):115-22. doi: 10.1016/j.jdermsci.2016.02.004. Epub 2016 Feb 12. PMID: 26899308.

 

7- Dahl A, Yatskayer M, Raab S, Oresajo C. Tolerance and efficacy of a product containing ellagic and salicylic acids in reducing hyperpigmentation and dark spots in comparison with 4% hydroquinone. J Drugs Dermatol. 2013 Jan;12(1):52-8. PMID: 23377328

 

8- Ali SS, Ahsan H, Zia MK, Siddiqui T, Khan FH. Understanding oxidants and antioxidants: Classical team with new players. J Food Biochem. 2020 Mar;44(3):e13145. doi: 10.1111/jfbc.13145. Epub 2020 Jan 20. PMID: 31960481.

 

9- BenSaad LA, Kim KH, Quah CC, Kim WR, Shahimi M. Anti-inflammatory potential of ellagic acid, gallic acid and punicalagin A&B isolated from Punica granatum. BMC Complement Altern Med. 2017;17(1):47. Published 2017 Jan 14. doi:10.1186/s12906-017-1555-0

 

10- Baradaran Rahimi V, Ghadiri M, Ramezani M, Askari VR. Antiinflammatory and anti-cancer activities of pomegranate and its constituent, ellagic acid: Evidence from cellular, animal, and clinical studies. Phytother Res. 2020 Apr;34(4):685-720. doi: 10.1002/ptr.6565. Epub 2020 Jan 7. PMID: 31908068.

 

11- Furman D, Campisi J, Verdin E, et al. Chronic inflammation in the etiology of disease across the life span. Nat Med. 2019;25(12):1822-1832. doi:10.1038/s41591-019-0675-0

 

12- Ceci C, Lacal PM, Tentori L, De Martino MG, Miano R, Graziani G. Experimental Evidence of the Antitumor, Antimetastatic and Antiangiogenic Activity of Ellagic Acid. Nutrients. 2018;10(11):1756. Published 2018 Nov 14. doi:10.3390/nu10111756

 

13- Chen HS, Bai MH, Zhang T, Li GD, Liu M. Ellagic acid induces cell cycle arrest and apoptosis through TGF-β/Smad3 signaling pathway in human breast cancer MCF-7 cells. Int J Oncol. 2015 Apr;46(4):1730-8. doi: 10.3892/ijo.2015.2870. Epub 2015 Feb 3. PMID: 25647396.

 

15- Ceci C, Tentori L, Atzori MG, Lacal PM, Bonanno E, Scimeca M, Cicconi R, Mattei M, de Martino MG, Vespasiani G, Miano R, Graziani G. Ellagic Acid Inhibits Bladder Cancer Invasiveness and In Vivo Tumor Growth. Nutrients. 2016 Nov 22;8(11):744. doi: 10.3390/nu8110744. PMID: 27879653; PMCID: PMC5133127.

 

16- Ceci C, Tentori L, Atzori MG, Lacal PM, Bonanno E, Scimeca M, Cicconi R, Mattei M, de Martino MG, Vespasiani G, Miano R, Graziani G. Ellagic Acid Inhibits Bladder Cancer Invasiveness and In Vivo Tumor Growth. Nutrients. 2016 Nov 22;8(11):744. doi: 10.3390/nu8110744. PMID: 27879653; PMCID: PMC5133127.

 

20- Nuñez-Sánchez MA, González-Sarrías A, García-Villalba R, Monedero-Saiz T, García-Talavera NV, Gómez-Sánchez MB, Sánchez-Álvarez C, García-Albert AM, Rodríguez-Gil FJ, Ruiz-Marín M, Pastor-Quirante FA, Martínez-Díaz F, Tomás-Barberán FA, Espín JC, García-Conesa MT. Gene expression changes in colon tissues from colorectal cancer patients following the intake of an ellagitannin-containing pomegranate extract: a randomized clinical trial. J Nutr Biochem. 2017 Apr;42:126-133. doi: 10.1016/j.jnutbio.2017.01.014. Epub 2017 Jan 27. PMID: 28183047.

 

21- Paller CJ, Ye X, Wozniak PJ, Gillespie BK, Sieber PR, Greengold RH, Stockton BR, Hertzman BL, Efros MD, Roper RP, Liker HR, Carducci MA. A randomized phase II study of pomegranate extract for men with rising PSA following initial therapy for localized prostate cancer. Prostate Cancer Prostatic Dis. 2013 Mar;16(1):50-5. doi: 10.1038/pcan.2012.20. Epub 2012 Jun 12. PMID: 22689129; PMCID: PMC3549301.

 

22- Pantuck AJ, Leppert JT, Zomorodian N, Aronson W, Hong J, Barnard RJ, Seeram N, Liker H, Wang H, Elashoff R, Heber D, Aviram M, Ignarro L, Belldegrun A. Phase II study of pomegranate juice for men with rising prostate-specific antigen following surgery or radiation for prostate cancer. Clin Cancer Res. 2006 Jul 1;12(13):4018-26. doi: 10.1158/1078-0432.CCR-05-2290. PMID: 16818701.

 

23- Kang I, Buckner T, Shay NF, Gu L, Chung S. Improvements in Metabolic Health with Consumption of Ellagic Acid and Subsequent Conversion into Urolithins: Evidence and Mechanisms. Adv Nutr. 2016;7(5):961-972. Published 2016 Sep 15. doi:10.3945/an.116.012575

Dr. Vinicius Andrade
Últimos posts por Dr. Vinicius Andrade (exibir todos)