O que é Implante Hormonal e com que médico fazer?

Implante Hormonal: o que é
Lista de Conteúdo

Os implantes hormonais embora tendo seu uso cada vez mais seu uso cada vez mais aumentado em países de primeiro mundo e também no Brasil, eles são uma tecnologia antiga, os primeiros datam da década de 50.  Os hormônios são produzidos pelo corpo humano em larga escala, entretanto, por diversos motivos podem não estar sendo produzidos da maneira necessária e é aí que entra o implante hormonal. Na conversa de hoje você entenderá o que é implante hormonal, sua diferença para reposição hormonal via oral, quando é indicado e como encontrar o médico certo.

 

Os implantes hormonais carregam em seu procedimento, tabus que prendem boa parte da população de ter acesso a uma ação médica que tem força para diminuir os impactos da idade, bem como prolongar uma vida com mais energia, libido e longevidade. 

 

Estão interessados em saber mais sobre implante hormonal? Nós podemos lhe ajudar! 

 

Implante hormonal: O que é e como funciona

 

Os implantes hormonais são procedimentos médicos que implantam no glúteo ou flanco, pequenas estruturas do tamanho de um grão de arroz, essas estruturas fazem uma liberação lenta de hormônio durante 6 meses a 1 ano. Dentro desse “grão de arroz” encontram-se hormônios indicados, que serão absorvidos pelo corpo sempre que necessário e de maneira equilibrada.

 

A grande diferença entre a reposição hormonal em forma de creme ou injetável para o “implante hormonal”, está que a reposição por implantes faz com que haja uma liberação contínua e suave, 24/7 (vinte e quatro horas por dia e 7 dias na semana) dispensando uma enorme atenção com horários, dosagens e de se lambuzar de creme, além de não sofrer o efeito montanha russa com picos e vales todos os dias. 

 

Tipos de implante hormonal

Existem diferentes hormônios e tratamentos hormonais, que terão, cada hormônio, o seu objetivo no corpo. Como o resultado procurado quando se faz o implante hormonal está o de gerar equilíbrio e reposição hormonal em determinada questão corporal, terão diversos tipos de implante hormonal. 

 

Alguns dos tipos de implante hormonais e não hormonais

  • Gestrinona 

A GESTRINONA, erroneamente chamada de “o chipa da beleza”  trata casos de doenças ginecológicas, como predominância estrogênica e endometriose. 

 

  • Testosterona

A TESTOSTERONA é usada para questões corporais ligadas à menopausa e suas possíveis deficiências tanto masculinas ou femininas

 

  • Estrogênio

O ESTROGÊNIO também é usado em questões ligadas à menopausa.

 

  • NADH

Potente fornecedor de energia para o corpo

 

  • Metformina

Reduz a resitencia à insulina e pode ser adjuvante no emagrecimento

 

  • Oxandrolona

Derivado da testosterona, auxilia no ganho de massa muscular.

 

A reposição hormonal serve para que?

Veja abaixo alguns dos ganhos gerados pela reposição hormonal:

  • Melhora da libido, 
  • Melhora da energia 
  • Interrupção das menstruações 
  • Ganho de massa magra 
  • Redução da gordura corporal 
  • Redução de celulite 
  • Entre outros ganhos

Com qual Médico fazer implante hormonal

 

Muitas perguntas do tipo: “qual médico devo ir para conseguir uma indicação de implante hormonal?”. Vale ressaltar que, antes de respondermos a esta pergunta, em primeiro lugar, o implante hormonal é um procedimento que envolve muito conhecimento técnico. No mais, é importante ressaltar que o procedimento acima não se trata somente de uma questão estética, mas sim retardamento do envelhecimento ou a busca do equilíbrio hormonal desgastado por determinado adoecimento. 

 

Quer conhecer um médico especialista em implante hormonal? Clique aqui e conheça o Dr. Vinícius, médico do esporte e do exercício, especialista em medicina funcional, pronto para atender às suas necessidades corporais em relação a reposição de hormônios.

 

Se você já ficou interessada e sente que pode vir a precisar de uma reposição hormonal, venha com a gente e descubra mais sobre: “Implante hormonal, valor para fazer”, Clique aqui!

Dr. Vinicius Andrade
Últimos posts por Dr. Vinicius Andrade (exibir todos)